Kawasaki Ninja ZX-10R SE 2020 estreia no Brasil mais potente

A Kawasaki Ninja ZX-10R SE 2020 estreia no Brasil mais potente. A nova superesportiva foi revelada nesta quarta-feira (28) com 213 cavalos de potência a 13.500 rpm, contra 200 cv a 13.000 giros da antecessora (210 com RAM Air). O aumento se deve à atualização do motor de 998 cc com base na moto usada pela equipe da marca no Campeonato Mundial de Superbike.  

A grande novidade no coração dessa Ninja é um novo jogo de balancins para o acionamento das válvulas com um conjunto 20% mais leve, com perfis de desempenho mais agressivos e um novo revestimento DLC que reduz o desgaste. A ZX-10R SE também passa a ser equipada com comando de válvulas de competição.

Veja outras mudanças na Kawasaki ZX-10R SE

Motor da Kawasaki Ninjua ZX-10R SE foi atualizado e entrega mais potência

A superesportiva da Kawasaki tem novo amortecedor de direção eletrônico Öhlins e quick shifter, que permite aumentar ou reduzir as marchas sem uso da embreagem.  A Ninja ZX-10R SE 2020 é equipada ainda com controle eletrônico de suspensão KECS, que utiliza sensores e solenoides integrados ao garfo dianteiro e ao amortecedor traseiro.

Leia também

Ele permite regular as configurações do garfo e amortecedor de acordo com o tipo de condução e comportamento no asfalto, ajustando compressão, rebote e pré-carga. A Kawasaki Ninja ZX-10R SE tem de série controle de tração, freios ABS e controle de largada. A superesportiva chegará às concessionárias da marca na primeira quinzena de setembro.

Com a chegada da linha 2020, o preço passou de R$ 93.990 para R$ 95.990, aumento de exatos R$ 2.000. A moto terá as opções de cores cinza metálico carbon, cinza metálico flat platinum e verde lime.

3 comentários em “Kawasaki Ninja ZX-10R SE 2020 estreia no Brasil mais potente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *