Scania projeta veículo elétrico modular com carroceria substituível

A Scania trabalha em um veículo elétrico modular com carroceria substituível que pode ser usado como ônibus ou caminhão. É o NXT, um protótipo totalmente flexível apresentado na Cúpula Global de Transporte Público da UITP, realizada em Estocolmo, na Suécia, que termina nesta quarta-feira (12). É uma proposta de um veículo limpo, autônomo e que permite a redução da frota.

Os módulos de acionamento elétrico do Scania NXT podem ser montados em uma carroceria de ônibus para transporte de passageiros nos horários de pico. No restante do dia, serem transferidos para a carroceria de um caminhão de transporte de carga e à noite ser usado na coleta de lixo.

NXT tem motor, eixo e direção montados em módulos

Sistema modular permite uso do veículo de acordo com a necessidade do momento

“Várias dessas tecnologias ainda precisam amadurecer completamente, mas para nós é importante construir um veículo conceitual para demonstrar visualmente e tecnicamente as ideias sobre o que está ao nosso alcance”, diz o presidente e CEO da Scania, Henrik Henriksson. 

“O NXT é projetado para 2030 e além, incorporando vários recursos de ponta que já estão disponíveis”, acrescentou. O protótipo prevê o uso de dois módulos elétricos que substituem os eixos dianteiro e traseiro. As diferentes carrocerias são instaladas sobre eles usando um sistema de acoplamento. O conceito básico é que não seria necessário ter vários veículos para realizar diferentes trabalhos e que ficam parados quando suas tarefas não são necessárias.

Scania NXT teria autonomia de 245 km

Scania NX foi apresentado na na Cúpula Global de Transporte Público da UITP

“Nós da Scania não podemos redesenhar todo o sistema de transporte para as cidades. O que podemos fazer é inspirar a mudança e essa é a ideia por trás do NXT, pensar em transporte e veículos de uma maneira diferente e sustentável”, disse Henriksson. O módulo de bus tem 8 metros de comprimento é produzido como uma unidade composta, reduzindo substancialmente o peso. 

As baterias de células cilíndricas são colocadas sob o piso, utilizando assim um espaço morto, além de contribuir para uma melhor distribuição de peso. Com o baixo peso do veículo de menos de 8 toneladas, o alcance com as baterias atuais é estimada em 245 quilômetros.

Carroceria do ônibus do Scania NXT tem 8 metros de comprimento

Para obter modularidade e mantê-lo funcionando 24 horas por dia sem esgotar as baterias, os dois módulos nas extremidades alojam os eixos, motores e direção, enquanto a bateria principal permanece na carroceria. Dessa forma, as mudanças de função seriam feitas rapidamente.

Um comentário em “Scania projeta veículo elétrico modular com carroceria substituível

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *